Arquivo da tag: trance

Above & Beyond – Acoustic

Above_and_Beyond_Acoustic_CD[62,50]

A ideia de um álbum com versões acústicas do Above & Beyond parecia algo sensacional. Foram realizadas algumas apresentações nesse formato em 2013 e a resposta da crítica e do público foi bastante positiva.

Ao que parece, a experiência só é válida mesmo ao vivo. No disco, pelo menos, a maioria das músicas não funciona. E porque será que Justine Suissa (OceanLab) não está em nenhuma das faixas?

Seria bem mais interessante se o trio se empenhasse em acelerar o disco de inéditas programado para esse ano. Enquanto isso, o Group Therapy (programa de rádio) ainda é a melhor coisa deles no momento.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Crítica, Música, Observar

Susan Boyle

Deixe um comentário

Arquivado em Música, Observar

Sinéad O’Connor – Troy (The Phoenix From The Flame) [Push Remix]

Deixe um comentário

Arquivado em Observar

Salt Tank – Eugina

Deixe um comentário

Arquivado em Música, Observar

Ronski Speed – Pure Devotion

[77,50]

Jamais poderia imaginar que o álbum de trance do ano seria dele. Mas que o cara fez tudo direitinho. A bola não cai em nenhum momento e quem estiver interessado em conhecer a diferença que sempre falo entre o trance de verdade e essas sandices que foram criadas nos últimos pares de anos, recomendo o “Pure Devotion”.

Deixe um comentário

Arquivado em Crítica, Música, Observar

OceanLab – Sirens of the Sea

OceanLab LP 300.indd

[67,50]

Quando conheci o OceanLab no início de 2006, fiquei maravilhado. Era o melhor vocal trance de todos os tempos. A banda é um outro projeto de um dos maiores nomes do Trance atual: Above & Beyond junto com a cantora Justine Suissa. Agora, um mês após o lançamento de seu primeiro CD, deixou de ser especial.

Pois o que foi feito neste álbum não corresponde a idéia de quando o OceanLab foi criado. O descontentamento não é por ter sido feito em um molde low profile, lounge. Mas por terem tentado algo diferente que deu errado.

Destaque somente para “If I Could Fly”. O restante é apenas bom. Essas coisas acontecem no mundo da música. De vez em quando, as pessoas ficam mais interessadas em se projetarem para o primeiro lugar de uma lista de melhores do mundo, e se esquecem da música pura e simplesmente.

Deixe um comentário

Arquivado em Crítica, Música