Arquivo do mês: setembro 2013

Uma Jornada no Tempo – Das Visões Ao Cachimbo Sagrado

Generic Image

Pela terceira vez consecutiva a obra Uma Jornada no Tempo – Das Visões Ao Cachimbo Sagrado, do meu amigo Tsiipré, é o campeão de vendas (pelo selo Nova Era da Editora Record) na XVI Bienal do Livro. Uma história ímpar que, independente de crenças, deveria ser lida por todos os brasileiros. Ainda mais depois de um ano tão importante como esse que estamos vivendo…

Facebook

Deixe um comentário

Arquivado em Livro, Observar

Ray Dolby

rd

1933 – 2013

Deixe um comentário

Arquivado em Arte, Cinema, Observar

RoboCop (2014) – Trailer

Deixe um comentário

Arquivado em Cinema, Observar

Bienal do Livro – Rio (2013)

Não interessa se os livros de adolescente e séries fantásticas não têm tanto conteúdo como deveriam. A única coisa que importa é que essas obras podem se tornar a porta de entrada para um futuro edificante na literatura. Não é difícil lembrar que antes do terceiro milênio, pouco mais de 60% dos jovens brasileiros não frequentavam livrarias.

Na Bienal, mesmo que não se volte com tantos livros como as pessoas que levam malas (não é brincadeira), é impossível não sentir a aura e a alegria de fazer parte daquele lugar. Crianças sentadas no chão lendo suas primeiras histórias, filas enormes para autógrafos, pessoas discutindo afundo o que acabaram de comprar e etc. O valor da entrada é 14 Reais e se você for de carro são mais 18 Reais. É salgado, mas vale cada centavo. Acreditem.

Tente dormir cedo no dia anterior se pretende ir no próximo final de semana. É altamente recomendável se programar para chegar na parte da manhã. Use roupas bem leves, o tênis mais confortável que tiver, uma mochila com biscoitos, sanduíches e caixinhas de suco. As coisas são bastante caras por lá. Uma água custa quatro Reais. Se for almoçar ou jantar, você tem duas opções: Emporium Pax e um quilo duvidoso na área externa (a cara da comida não estava muito boa). Opte pelo primeiro. O buffet liberado custa 38 Reais, mas a comida é excelente e fresca. Revigorante para continuar as andanças.

Veja tudo e pesquise bastante. Muitos estandes estão dando desconto que variam de 20% a 50%! Muitos livros bons na base dos 10 Reais e infantis por cinco. Leve as crianças, mas tenha muito cuidado com elas. No sábado, uma menina se perdeu da mãe e ontem foi um menino. Recomendo a coleirinha de mão. Em relação às reclamações, os organizadores devem ter lido no Facebook oficial as centenas de relatos referentes aos primeiros dias, sobretudo no sábado, e devem ter tomado algumas providências.

Esbarrei em um relato nas redes sociais hoje pela manhã e faço questão de publicar por aqui: “A Bienal foi maravilhosa. Comprei meus livros, conheci um pessoal legal e fui embora contando os dias para 2015.” Não pude deixar de sorrir.

http://www.bienaldolivro.com.br/

Deixe um comentário

Arquivado em Arte, Crítica, Livro, Observar