Amor (Michael Haneke, 2012)

amour

[87,50]

Ao final de “Amour”, um senhora comenta ao me lado com a amiga: “Esse filme é para não esquecer”. Queria ter dito que concordava muito com ela, mas já estava descendo as escadas da sala de Cinema. Eu precisava andar… Andar e pensar na Obra de Michael Haneke…

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Arte, Cinema, Crítica, Observar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s